Manutenção Preventiva e Corretiva

Os Benefícios de um Plano de Serviço de Manutenção Preventiva para o seu UPS

 RECEBA UM SMS AVISANDO SOBRE A NECESSIDADE DE MANUTENÇÃO PREVENTIVA EM SEU NOBREAK, CLIQUE AQUI.


Uma vez que as empresas contam com o UPS para fornecer energia de boa qualidade e de forma contínua, um plano de manutenção é um componente fundamental para assegurar que o UPS minimize os riscos de desligamentos não programados das cargas (período de inatividade) e atue como esperado.
Para confirmar a importância de um plano de serviço de manutenção preventiva no aumento da confiança no UPS, bem como para ajudar os usuários finais a compreenderem a preponderância e as consequências dos períodos de inatividade, além de inúmeras conclusões sobre os períodos de inatividade compilados por especialistas da indústria. Esta pesquisa confirma que a rotina de manutenção preventiva aumenta significativamente a confiabilidade do UPS.
Este documento examina as várias ameaças que podem levar a falha do UPS e aborda as formas específicas no qual o serviço de manutenção preventiva pode minimizar dramaticamente esses riscos.

A implementação de um plano de serviço de manutenção preventiva para o seu UPS é muito parecida com os reparos e inspeções de rotina do seu veículo. Não basta somente realizar a manutenção programada recomendada por cada fabricante de automóvel, mas analisar os resultados, pois eles podem ajudar a detectar vários problemas sob o capô antes que eles se tornem sérios. Da mesma forma que a análise dos níveis de pressão e de fluído, a verificação do alinhamento e a inspeção das pastilhas de freio em intervalos especificados de acordo com a quilometragem podem manter a performance e as especificações de fábrica para o seu veículo, a manutenção preventiva ajuda a garantir a integridade do seu UPS. Afinal, é muito mais aceitável ajustar o alinhamento ao primeiro sinal de problema, do que descobrir que você precisa de quatro pneus novos - para não falar, do alinhamento original que provavelmente teria preservado os pneus em primeiro lugar.

Uma variedade de diferentes opções de serviços para UPS encontra-se disponível, incluindo a manutenção programada de rotina, peças e serviços de emergência, e outras ofertas de valor agregado como o monitoramento remoto. Independentemente da ação que você escolher, um plano de manutenção preventiva efetivo irá poupar tempo e dinheiro diminuindo as interrupções do serviço e os custos em caso de período de inatividade, bem como aumentando o retorno global do seu investimento e estendendo a vida útil do seu equipamento de missão crítica. A manutenção preventiva também é crucial para alcançar a performance máxima do seu equipamento oferecendo a oportunidade de detectar e corrigir eventuais problemas antes que eles se tornem significativos e caros, minimizando assim o risco de paradas não planejadas.


O período de inatividade é desastroso


Não importa a forma como você avalia, o período de inatividade acarreta um enorme preço. O Instituto de Pesquisa de Energia Elétrica (Electric Power Research Institute – EPRI, dos EUA) estima que o custo nacional das interrupções de energia é de aproximadamente US $ 80 bilhões por ano para os clientes de energia dos Estados Unidos, as interrupções momentâneas representam dois terços do custo total de US $ 52 bilhões.
A economia dos Estados Unidos perde entre US $ 104 bilhões e US $ 164 bilhões para as falhas a cada ano, e outros US $ 15 bilhões a US $ 24 bilhões para os problemas de qualidade de energia, de acordo com o EPRI. Além disso, o período de inatividade anual médio para as concessionárias da rede elétrica dos Estados Unidos está atualmente em oito horas e 45 minutos. No entanto, com os equipamentos de geração no local e soluções UPS, este período de inatividade pode ser reduzido para o equivalente de cinco minutos e 15 segundos por ano. Outros estudos concordam que o custo da rede inativa pode interferir em uma corporação, com implicações financeiras, iniciando-se em torno de 10.000 dólares por hora para pequenas empresas e chegando a US $ 1 milhão por hora ou mais, para aquelas que realmente dependem dessa energia, como o comércio eletrônico.

 

Quais são as causas do período de inatividade?
Ele pode surgir de forma inesperada uma vez que mais de dois terços das paralisações decorrem de causas evitáveis, de acordo com o Estudo de Falhas no Fornecimento de Energia de 2007 . Estudos têm demonstrado que cerca de 4 % das falhas de UPS são resultado de componentes com prazo de validade vencido, enquanto que até 20 % falham devido a problemas nas baterias. Os estudos sobre as causas do período de inatividade revelam que:

O período de inatividade evitável (67%) é causado por:
 Erro humano;
 Falta de procedimentos;
 Procedimentos incorretos;
 Má concepção;
 Redundância inadequada;
 Manutenção insuficiente.


O período de inatividade inevitável (33%) é causado por:
 Falha no equipamento (apesar da boa manutenção e ensaio);
 Falha na cadeia/serviço de alimentação;
 Terrorismo virtual.

Entre os 67 % de casos de perdas de carga identificados durante a análise do serviço de dados sobre os UPS, as falhas decorrentes de erros humanos evitáveis e problemas de concepção do Site foram atribuídos a:
 Erro de operação do site;
 Erro de projeto do site;
 Erro do serviço técnico;
 Baterias;
 Projeto do produto;
 Peças defeituosas;
 Fim da vida/desgaste do produto;
 Qualidade de fábrica.


A notícia positiva é que a rotina de manutenção preventiva reduz sensivelmente a probabilidade de que um UPS irá falhar durante interrupção no fornecimento de energia. De fato, o mesmo relatório revelou que os clientes sem manutenção preventiva que foram visitados tiveram quase quatro vezes mais probabilidades de sofrer uma falha de UPS do que aqueles que seguiram as visitas de manutenção preventiva recomendadas. Estas descobertas confirmam a importância de um serviço regular do UPS como um meio altamente eficaz para reduzir os efeitos potencialmente devastadores das paralisações.
As causas mais comuns de falhas do UPS
Existem muitas razões pelas quais um UPS pode falhar. As causas mais comuns são:

1. Baterias. O coração de qualquer UPS, as baterias exigem inspeção e manutenção, independentemente da sua idade ou tempo de garantia. Estudos mostram que até 20 por cento das falhas de UPS podem ser atribuídas a baterias ruins, com a temperatura e as descargas acumuladas citadas como as principais razões. Durante uma visita de manutenção preventiva, os dados são obtidos a partir de procedimentos de testes exaustivos, durante os quais a medição da impedância ou da condutância mostra o desempenho da bateria e identifica qualquer bateria com potencial de falha interna.

2. Ventiladores. Alguns ventiladores falham devido as suas próprias limitações mecânicas ou elétricas, ou quando os seus rolamentos tornam-se secos. Os ventiladores podem ter um bom desempenho por mais de 10 anos de uso contínuo, enquanto que outros funcionam apenas por curtos períodos antes de travar por razões mecânicas.


3. Capacitores DC. Veja abaixo a explicação para entender mais sobre capacitores.


4. Transientes. Danos podem ser causados na entrada do UPS (filtro / retificador) quando um transiente ocorre. Durante a inspeção de manutenção preventiva, estas partes são verificadas em busca de qualquer anormalidade.


Outros fatores que levam à eventos de falha do UPS incluem:
 Raio. Um equívoco comum é que um UPS protege constantemente o equipamento de carga em caso de raio, ele depende principalmente da quantidade de energia no transiente. As inspeções de manutenção preventiva podem facilmente identificar eventuais danos causados por raio e qualquer reparo apropriado.
 Conexões internas do UPS. Estas podem ser afetadas por vibrações do edifício ou de máquinas próximas ao UPS. Recomenda-se que o UPS seja verificado a cada três meses para que os pontos quentes sejam analisados, assim como se deve fazer uma revisão mecânica completa em todo o UPS e no compartimento de bateria anualmente.
 Capacitores. Um UPS típico contém uma dúzia ou mais de capacitores eletrolíticos de diferentes tipos e tamanhos, que suavizam e filtram as flutuações na tensão. Tal como as baterias, os capacitores eletrolíticos degradam ao longo do tempo. Enquanto um capacitor típico pode ser avaliado pelo fabricante para ter duração de cinco anos em uso contínuo, ele poderia ter de oito até 10 anos de vida útil em condições favoráveis de funcionamento. Quando um capacitor falha pode não haver efeitos
imediatos visíveis, mas os outros capacitores precisam compensar o volume de trabalho adicional, o que reduz a sua vida útil. Em muitos casos, a falha de um capacitor irá acionar o UPS e forçá-lo a mudar para o modo bypass, e com o tempo ele diminuirá sua capacidade de proteção. A inspeção dos capacitores durante a manutenção preventiva ajuda a otimizar o seu funcionamento e também aumentar a sua vida útil.
 Filtros de Ar. A poeira pode bloquear os filtros de ar e causar o desligamento do UPS devido ao sobre-aquecimento, eles devem ser inspecionados todos os meses. A troca dos filtros é um componente barato de um plano de manutenção eficaz para UPS.
 Fontes de alimentação. Embora um UPS possa ter fontes de alimentação redundantes, é possível que a fonte se deteriore devido a surtos de tensão, que podem causar estresse inesperado e sobre-aquecimento. É recomendada a inspeção regular para detectar possíveis problemas.
 Entrada de filtros. As condições físicas, atuais e dos parâmetros dos filtros de entrada precisam ser revisadas e inspecionadas. O filtro de entrada ajuda a reduzir a distorção harmônica total (THD), a partir do UPS até a linha de entrada. No entanto, dependendo da quantidade de ruído elétrico na linha de entrada, o filtro pode tentar corrigir a distorção harmônica para toda a instalação, causando o sobre aquecimentos dos cabos.
 Contatores. Eles podem acumular uma fina poeira e outras substâncias resistivas, realize as inspeções e a limpeza para evitar falhas prematuras.
 Relés soldados. Eles podem passar despercebidos até uma emergência ocorrer e mudar seu estado. As inspeções periódicas podem detectar eventuais problemas antes que eles ocorram.
 Moto-Operadores. Deve ser verificado se eles estão funcionamento corretamente antes que ocorra uma falha, uma medida que pode ser feita durante a visita da manutenção preventiva.
 Atualizações de firmware. As atualizações incorporam as últimas melhorias operacionais, por esse motivo elas devem ser realizadas para garantir a compatibilidade com novos dispositivos e para garantir que o UPS esteja funcionando nos melhores níveis. Um técnico pode realizar
estas atualizações durante a rotina de serviço.
 Integridade do Supressor de Transiente de Surto de Tensão (TVSS). É importante verificar que os varistores de óxido metálico (MOV) estão funcionais e não estão comprometidos por excesso de transientes.
Apesar dos inúmeros componentes que compõem um UPS serem claramente suscetíveis a falhas, um plano de serviço de manutenção preventiva garante que estas peças sejam examinadas regularmente, reduzindo de forma significativa o risco de perda de carga, prolongando assim a longevidade total do seu UPS.
Qual é o risco de falha do seu UPS?
Todos os fabricantes de UPSs usam complexos dispositivos que realizam o condicionamento de energia crítica e funções redundantes, porém todos estão sujeitos a falhas. Entretanto, através da aplicação de um amplo plano de serviço de manutenção preventiva, realizado por técnicos treinados e certificados, é possível reduzir significativamente a sua vulnerabilidade a desligamento não programado da carga e prolongar a vida útil do seu UPS.

Arquivos perdidos ou corrompidos. Mau funcionamento de hardware. A impossibilidade de acessar sistemas importantes que você precisa. Todas estas consequências desagradáveis - apenas uma pequena amostra dos possíveis resultados inesperados em caso de desligamentos não programados - podem ter um impacto significativo sobre a sua capacidade de conduzir os negócios. Sem mencionar o potencial de receitas perdidas e danos de reputação no caso de mecanismo de serviço ao cliente, tais como compras on-line, sistemas telefônicos ou outras ferramentas de vendas que se tornam indisponíveis para os clientes. Em muitos casos, a distância entre o período de inatividade do sistema e o desastre financeiro é bem curta.
No entanto, com um plano eficaz de manutenção preventiva, a sua empresa terá acesso a uma energia mais confiável, de maior qualidade e mais eficaz em termos de custos, tudo o que minimiza os riscos de período de inatividade e interrupção para o seu negócio.
Dependendo do tipo de contrato de manutenção que você escolher, os técnicos treinados podem até mesmo acompanhar o desempenho dos seus UPS e diagnosticar problemas remotamente, bem como responder a situações de emergência em uma base 24x7, 365 dias por ano. De fato, se um período de inatividade incidente ocorrer e você tiver o contrato apropriado de serviço em vigor, o problema pode ser corrigido antes mesmo que você fique ciente de que havia um.


Maximize o desempenho do seu UPS
A manutenção preventiva é fundamental, para se conseguir o melhor desempenho do seu equipamento. As inspeções sistemáticas, os testes e a limpeza realizada por técnicos treinados garante que os vários componentes mecânicos e eletrônicos de um UPS estejam funcionando no seu potencial máximo. Quando os problemas são detectados e reparados antes que evoluam para problemas significativos - e muitas vezes com alto custo - seu UPS é capaz de fornecer o nível de desempenho que você espera.
O Tempo Médio Entre Falhas (MTBF), é uma medida reconhecida pela indústria sobre o comportamento e a confiabilidade do sistema, utiliza o número e os tipos de falhas que o equipamento já enfrentou em aplicações reais, com cálculos que assumem que um sistema é "renovado" depois de cada falha e que é imediatamente devolvido ao serviço. Um estudo recente de uma indústria sobre qualidade de energia determinou que, sem a manutenção preventiva regular, o MTBF de sistemas críticos aumentou 27 por cento.
Ao implementar um plano abrangente de serviço de manutenção preventiva realizado por técnicos treinados e certificados, você pode reduzir o número de peças de substituição necessárias enquanto amplia significativamente a vida útil do seu UPS.
Melhore o retorno sobre o investimento
Para muitas empresas, medir o retorno de investimento (ROI) de um UPS é simples, já que um evento em que haja desligamento das cargas pode custar mais do que todo o investimento na compra de um sistema UPS. Uma manutenção preventiva sólida, não só reduz o risco de período de inatividade, mas também reduz o custo total do proprietário aumentando a vida do equipamento e reduzindo os custos de substituição.
O plano de manutenção do UPS prevê um seguro complementar para os seus equipamentos. Considerando o fato de que mesmo o menor período de inatividade pode levar a milhões de reais perdidos, o investimento em um plano efetivo de manutenção preventiva irá rapidamente pagar a si mesmo, além de garantir tranquilidade ao usuário.
Décadas de experiência demonstram que a manutenção preventiva regular amplia a vida tanto do UPS quanto de suas baterias. Em muitos casos, a duração da bateria é reduzida pela metade sem períodos de serviço.
Uma abordagem comum para avaliar o potencial de economia associada à implementação de um plano de manutenção preventiva é calcular o custo de período de inatividade de uma empresa. Esta avaliação deve incluir os custos diretos e indiretos, tais como as perdas de oportunidades de negócio, o custo de restabelecimento de servidores, pessoal parado e danos de reputação. Em algumas aplicações, também se deve incluir o impacto em potencial sobre a segurança. A maioria dos clientes com missão crítica são capazes de calcular a sua inatividade e os custos das oportunidades perdidas devido a uma interrupção dos negócios. Proteger-se contra estes riscos é cada vez mais importante, já que as seguradoras e os gestores de risco estão cada vez mais reconhecendo a gravidade dos danos em potencial.


Conclusão
Cada UPS contém componentes de vida limitada que devem ser substituídos de acordo com as especificações do fabricante. Para garantir que estas peças sejam devidamente cuidadas e para substituí-las quando necessário, a manutenção regular é importante.
Uma estratégia eficaz de manutenção preventiva pode ser uma das mais eficientes medidas em termos de custos que você pode tomar para assegurar a saúde do seu equipamento e do seu negócio. As práticas regulares de manutenção melhoram dramaticamente a confiabilidade e desempenho do UPS, enquanto que notavelmente inibem o período de inatividade, a manutenção preventiva é um componente essencial de uma solução completa para manter as suas redes essenciais operando com desempenho máximo diante dos problemas inerentes à má qualidade de energia elétrica.

 

Fonte: walpaper Eaton

< jdoc:include type="modules" name="overlay" style="xhtml" />